terça-feira, 19 de abril de 2011

Resumo da Aula 11 – 13/04/2011 - A Força Espiritual da Palavra


Apresentamos, no presente post, o resumo da 11ª aula da Reunião de Estudos d’A Verdade da Vida. O propósito da criação deste blog era proporcionar um espaço de armazenamento de informações para consultas futuras aos alunos do curso, da cidade de Curitiba. Estamos, no entanto, recebendo e-mails provenientes de diversos países, informando que estão acessando o blog e visualizando os ensinamentos proferidos pelo Professor Heitor Miyazaki. Fora do Brasil a literatura da Seicho-no-Ie não é disponibilizada com tanta facilidade como aqui. Portanto, o curso Reunião de Estudos d'A Verdade da Vida, resumido neste blog, passa a ser uma alternativa aos que buscam a manifestação da Imagem Verdadeira da Vida.
Agradecemos a imensa dedicação do Professor Heitor Miyazaki, e de toda a equipe de apoio da Sede Central.

Esclarecemos que este post representa um resumo do conteúdo apresentado pelo orientador durante as aulas. Nos textos escolhidos, adaptamos a linguagem coloquial apresentada em aula para a linguagem estruturada escrita. Nosso principal objetivo é perpetuar o ensino recebido em aula, servindo como fonte de pesquisa dos pontos centrais tratados pelo professor. O Professor Heitor Miyazaki ilustra a aula com inúmeros relatos de experiência vivenciados, bem como com diversas citações de trechos de livros sagrados. Esses relatos e citações de livros, muitas vezes, são utilizados para fundamentar o pensamento doutrinário. Muitos desses relatos e citações de livros, no entanto, não estão sendo transcritos para o blog. Por essa razão, recomendamos o acompanhamento presencial da aula nas quartas-feiras. Convidamos você e sua família a participar deste maravilhoso curso. Informe-se na Regional da Seicho-no-Ie mais próxima!
AVV40 – Aula 11 – Parte I – Perguntas & Respostas:

Faz mais ou menos dez dias que meu pai está com fortes dores abdominais. Ele acorda,  toma remédio para dores e volta dormir. Almoça e volta a dormir. Tudo para não sentir dor. Quando está com dor, grita por socorro:

Seria interessante que alguém lesse para ele o livro Conquiste a Felicidade com Amor. Em nossa vida nada é por acaso. As dores são uma forma psicossomática de manifestação de algo que ficou acumulado. É preciso que ele, também, faça uma autorreflexão, que aprenda a perdoar uma série de pessoas com as quais teve problemas. No passado ele foi uma pessoa um pouco nervosa, uma pessoa muito correta, porém, que ficava irritada com coisas erradas. O consciente não se lembra de muitas coisas, mas, o inconsciente manifesta essas dores. É importante que ele aprenda a perdoar, perdoar e perdoar; agradecer, agradecer e agradecer. Leia para ele o livro Lições para o Cotidiano e faça a mentalização que está na página 97 do livro Conquiste a Felicidade com Amor. Além disso, verifique se alguém na família morreu  tragicamente e, se houver alguém, faça a leitura da Sutra Sagrada para essa pessoa durante 49 dias.

Problema na próstata (55 anos, sexo masculino, divorciado):

Esse problema está muito ligado com ressentimentos que você guarda em relação à sua esposa ou à sua mãe. Faça autorreflexões e procure perdoar do fundo do coração, porque, enquanto você não se purificar desses ressentimentos que guardou, o problema vai continuar. Leia o livro Lições para o Cotidiano e outros livros que falam sobre a manifestação do amor. E procure colocar em prática os ensinamentos.

Rinite (29 anos, sexo feminino, casada):

Muitas pessoas curaram-se de rinite ao ler o livro Buscando o Amor dos Pais. É muito comum entre pessoas que tiveram problemas de relacionamento com os pais, que tenham problemas respiratórios. A rinite desaparece quando volvemos a mente para os pais e passamos a ter sentimento profundo de gratidão.

Unha encravada ( 16 anos, solteira):

O professor Heitor relatou o caso de uma senhora que trabalhou com ele. Ela pediu uma orientação porque as unhas dos pés encravavam a cada quinze ou vinte dias. O professor, então, perguntou: "Por um acaso, um dia, o seu pai não lhe pediu para cortar as unhas dos pés dele e a senhora negou essa ajuda?" Essa senhora lembrou-se da ocasião, quando ainda era criança, em que saiu correndo para não cortar as unhas do pai. Mas, o sentimento de culpa permaneceu no inconsciente dela. E, todos os meses, vinha uma autopunição com as unhas encravando-se.  Quando o professor a fez lembrar-se desse fato, ocorrido há 46 anos, ela se arrependeu profundamente e o problema foi eliminado. Assim, o arrependimento elimina o carma negativo.

Câncer na mama (48 anos, casada):

A causa é ressentimento do marido ou do pai, ou da pessoa a quem chama de pai (veja respostas dadas a questões parecidas nas aulas 3 e 6). Volva a sua mente para a infância, agradeça profundamente a seu pai e passe a amá-lo do fundo do coração (pessoas que estão separadas, divorciadas e ainda não perdoaram o ex-cônjuge devem fazê-lo imediatamente). Faça o seguinte: dedique a parte da manhã para fazer o agradecimento e a Oração do Perdão para o papai e, à tarde, faça o mesmo, de forma concentrada, para o marido. O problema vai desaparecer.

Cólica menstrual intensa (16 anos, solteira):

As cólicas estão ligadas à menstruação; a menstruação está ligada à fecundação. A fecundação lembra o corpo carnal que foi formado através de um óvulo fecundado por um espermatozóide, então, fica claro que há necessidade de agradecer bastante ao papai e à mamãe. Normalmente, quem tem cólicas menstruais pode ter, também, enxaqueca e problemas no nervo ciático. A causa de muitos problemas é uma só: mágoa ou tristeza em relação aos pais, porque os pais se separaram, ou porque foi abandonada pelos pais, o que acaba formando essa dor mental que se manifesta de diversas formas no corpo carnal.

Mal-estar estomacal (62 anos, divorciado):

Há um caso relacionado, citado no livro Conquiste a Felicidade com Amor, em que uma preletora de Goiás pediu orientação ao professor Heitor sobre a filha, que tinha constantes queimações estomacais. Foram feitas diversas incursões a médicos, porém, o problema não era resolvido. O professor Heitor, então, perguntou:
- Há alguém na família que suicidou-se ingerindo veneno?
Ela, assustada, respondeu:
- Sim, minha prima tomou soda cáustica e morreu expelindo pedaços de figado.
- Então, faça a leitura da Sutra para essa pessoa durante 49 dias.
Após esse período, a filha se curou e a prima da filha, que era sobrinha da mesma pessoa, também se curou.
Portanto, existem casos como esse, em que a causa é espiritual. Porém, problemas estomacais também surgem quando a pessoa é muito irritada e, principalmente, tem problema com algum subalterno. Isso consta no livro Lições para o Cotidiano. Nosso pensamento tem força criadora. Dependendo da situação em que você está vivendo, pode criar uma coisa desfavorável ou uma coisa boa. Por isso, devemos ser seletivos com o nosso pensamento, com a nossa fala e com as nossas ações.

Obesidade mórbida (16 anos, solteira):

Certa vez, uma moça me falou: "Estou sofrendo muito porque meu marido disse que não gosta de mulheres exageradamente obesas. Comecei a comer muito doce e acabei ficando obesa, e ele acabou se distanciando de mim".
Então, disse-lhe: “Mas, por que você comeu tanto doce, sabendo que ele não gostaria que você engordasse?”  É porque você, inconscientemente, queria sofrer. Mesmo sabendo que ele ficaria chateado se você ficasse um pouco mais obesa, ingeriu alimentos para ficar mais obesa, então, inconscientemente, você criou um sofrimento. Isso mostra o desejo inconsciente de pagar o pecado, isto é, de sofrer por causa do pecado. Quando a pessoa toma a decisão de fazer algo e entende que é filha de Deus, passa a ter controle na sua alimentação e passa a ser mais disciplinada com relação às recomendações médicas. Se o médico recomenda menor ingestão de determinados alimentos, ou fazer caminhadas, ou frequentar academias, ela torna-se disciplinada quando passa a amar a si própria. Por outro lado, quando a pessoa não se ama, sempre arruma uma desculpa e não pratica. As pessoas que recebem orientação, mas não conseguem colocar em prática são pessoas que ainda estão com sentimento de autopunição muito forte. Ela sabe que, se praticar, vai ficar curada,  mas não pratica para continuar sofrendo.

Pressão alta (62 anos, divorciado):

As pessoas que têm pressão alta, normalmente, são intransigentes e precisam mudar o modo de pensar. Meditação Shinsokan é um "santo remédio" para pressão alta. Na meditação, aprendemos a "deixar" o mundo dos cinco sentidos, a transcender esse mundo das três dimensões, a entrar no mundo absoluto de Deus e a contemplar nosso "Eu Verdadeiro". É melhor corrigir a causa que apegar-se ao efeito. Não se apegue ao efeito. Quando a pessoa praticar verdadeiramente a Meditação Shinsokan, esse problema desaparece.

Dores de cabeça e no pescoço constantes (42 anos, casada):

Se essa dor de cabeça está localizada na parte de trás, perto do pescoço, você necessita fazer orações para seus antepassados todos os dias, sem de falta. Quando as pessoas começam a falhar na oração diária aos antepassados, é natural que sintam essa dor na cabeça. Além disso, começa a doer o pescoço, eventualmente sente-se uma angústia, as mãos ficam geladas, ou, então, ficam com insônia. E têm pessoas que somam todos esses sintomas. Isso ocorre porque há antepassados que ainda não sabem que morreram. Estão começando a despertar agora. Isso não significa que esse antepassado morreu há pouco tempo. São espíritos que estavam em estado comatoso e estão saindo dessa dormência agora. Se você, que fez esta pergunta, sonha eventualmente com determinada pessoa, ou fica frequentemente pensando em alguém que já morreu, é esta pessoa que está precisando de orações. Nesse caso, faça a leitura da Sutra durante 49 dias para ela.

Embaçamento da vista direita (52 anos, divorciado):

O senhor não está visitando o túmulo de seus avós por parte da mãe. Talvez o senhor não tenha percebido, mas, quando sorri, o seu lado esquerdo está esticando, mas o lado direito está "meio paradinho". Essa é uma situação que mostra a ocorrência de antepassados que estão em estágio pouco desenvolvido e ainda cobram a visita das pessoas. Se o espírito for branco ou azul, não cobra a visita ao cemitério, porém, os espíritos de cor vermelha, como estão apegados ao corpo carnal, como estão ao lado do corpo carnal que utilizaram, sentem muito quando os parentes abandonam o túmulo, e podem manifestar-se através desse sintoma que o senhor descreveu.

Hanseníase (58 anos, solteira):

Karl Menninger, no livro O Homem contra si Próprio, chama as doenças degenerativas e, também, a situação que leva pessoas a fazerem constantes cirurgias, de "suicídio por etapas". O homem, enquanto mantiver o sentimento de culpa, a idéia de pecado, vai buscar essa autopunição de forma inconsciente. Ao nível do racional ninguém quer sofrer, mas, inconscientemente há esses problemas. Por isso, leia e releia o livro A Humanidade é Isenta de Pecado (o Professor Heitor contou um caso ocorrido em 2009, quando um rapaz, mostrando o livro A Humanidade é Isenta de Pecado, pediu a ele um autógrafo. O professor disse-lhe: "leia várias vezes", ao que, ele respondeu: "eu sei, professor; o outro que eu tinha até esfarelou, de tanto que eu li. Meu irmão era portador do vírus HIV e estava com pneumonia. Passei a ler esse livro para meu irmão, que estava totalmente desenganado pela medicina. O vírus HIV desapareceu e o problema pulmonar também".

Osteoporose no fêmur (68 anos, casada):

Problemas que se manifestam no fêmur estão muito relacionados com os pais e ao cônjuge. A osteoporose não é algo natural, senão, os animais também sofreriam com ela. O que ocorre com os humanos é que a ligação com os antepassados é algo muito forte.  Quando chega a época de finados, muita gente só pensa em viajar. Quando se fala em ler a Sutra para os antepassados, muitos dizem: "é muito comprida, não poderia ser mais curta?". Lá no Santuário Hoozo uma senhora disse: "professor, a cerimônia para os antepassados está muito longa; têm pessoas que estão se afastando da Seicho-no-Ie por causa disso". Respondi: "para assistir novelas as pessoas ficam horas em frente à TV, mas, para ler uma Sutra Sagrada de meia hora para os antepassados, acham que é muito tempo. Quem pensa assim está manifestando uma tremenda falta de amor para com os antepassados! É importante fazer o inverso, isto é, manifestar mais amor aos antepassados! Eu leio três Sutras Sagradas por dia, todos os dias. É o horário que reservei para "eles", portanto, não tem moleza, não tem preguiça. Amor, em primeiro lugar, a Deus e, em segundo, aos antepassados. A hierarquia é fundamental. Não deixe de ler a Sutra para seus antepassados. Leia duas ou três vezes todos os dias, sem falta. A Verdade, que é a lei de Deus, transcende as leis da matéria.

Osteopenia da coluna (68 anos, casada):

A resposta é a mesma para a questão anterior (sobre osteoporose). A causa é a mesma, a receita é a mesma, a prática é a mesma, ou seja, a Verdade liberta. Transmita as palavras da Verdade para os antepassados. Nós temos que manifestar esse amor, e quem quer ser feliz tem que saber dar de si algo que possa fazer o outro feliz. E o que pode fazer nossos antepassados felizes, mais iluminados e livres do sofrimento? São as palavras da Verdade. De nada adianta dar a eles coisas materiais. A Verdade é que vai fazê-los parar de sofrer e galgar lugares mais iluminados, onde possam ficar cada vez melhores e mais felizes. E, por gratidão, vão nos retribuir com os "três P's": paz, proteção e prosperidade.

Perda de massa óssea nos dois últimos dentes da arcada inferior (59 anos, casada):

Neste caso, há ligações diretas com o carma do falar (veja outras informações na aula de hoje, abaixo). É preciso buscar limpar esse carma através das palavras da Verdade. Pronuncie, todo momento que puder, obrigado, obrigado, obrigado. Leia em voz alta a Sutra Sagrada e livros da Verdade. Faça com que sua boca soe palavras de luz, soe o abençoar, o bem soar. Muitas pessoas, durante muito tempo, antes de conhecer a Seicho-no-Ie, pronunciaram inúmeros palavrões, xingamentos e tantas outras coisas que passaram pela boca. Precisamos purificar lendo livros da Verdade. É por isso que existe a prática recitativa. Na medida em que formos pronunciando palavras da Verdade, a situação vai melhorando. A arcada inferior simboliza também, problemas como, por exemplo, ressentimentos com pessoas hierarquicamente inferiores. Pode ser com irmão (ou irmã) mais novo(a), cunhado ou cunhada, sobrinho(a), enfim, alguém de idade inferior. A arcada dentária está muito ligada com irmãos, primos e cunhados. É importante agradecer, perdoar, e não ficar só pensando nisso. Pense em Deus. Pessoas que sofrem com determinadas doenças, leiam A Verdade da Vida, o volume 2, o volume 4 e, depois, o volume 24, nessa seqüência. Não basta ler, é preciso estudar esses livros.

AVV40 - Aula 11 – Parte II – A Força Espiritual da Palavra

Ao iniciar a aula foi apresentado o seguinte relato de experiência:

"Taquaritinga, 7 de abril de 2011.

Boa tarde, meu nome é Martha Garcia. Gostaria que este meu relato chegasse às mãos do preletor Heitor Miyazaki, pois foi através do estudo do livro A Verdade da Vida, que o professor Heitor está fazendo, volume 1, que me curei. Há 7 anos que conheço a Seicho-no-Ie. Nesta quarta-feira, dia 6 de abril de 2011, fui até minha sede (Taquaritinga-SP) para assistir o preletor, senhor Heitor Miyazaki, explicar capítulos do livro. Qual foi minha surpresa quando cheguei à sede e começou a arrepiar meu corpo, senti uma sensação muito estranha e não havia começado ainda o programa. Cheguei por volta de meia hora antes e como estou com uma carga muito alta de stress, achando que poderia ser um começo de depressão, me sentia zonza, há uns vinte dias. Não dormia mais e parecia estar fora do chão e nem meu trabalho estava fazendo corretamente. Não aguentando mais esta situação, fui até minha sede, mesmo não estando bem, e assisti até o final as palavras do preletor Heitor. Tudo parecia ser dito para mim! Quando saí de lá, vim para casa e consegui dormir um pouco à noite. Hoje, dia 7, fui para o trabalho, onde notei que a minha cabeça que doía sempre e me deixava zonza, foi aos poucos se normalizando. Agora são 16h e não sinto mais nada. Estou curada. Somente com as explicações do preletor Heitor desta aula, saí de lá convicta que estava bem e que ia seguir o que nos foi orientado, inclusive orar ainda mais para meu pai que desencarnou no dia 15 de abril de 2010, há quase um ano. Por favor, gostaria que este relato chegasse às mãos do preletor Heitor Miyazaki para que outras pessoas soubessem da graça que alcancei assistindo a esta aula. E agradeço a Deus por ter me encaminhado até minha sede para assistir a explicação do livro A Verdade da Vida com o professor, onde alcancei este milagre. Muito obrigada.
Martha Garcia - Taquaritinga – SP”

AVV1 - pág. 45: "Nosso crescimento consiste em nos aproximarmos, passo a passo, da concretização no mundo fenomênico desse estado de total liberdade do mundo da Imagem Verdadeira”.

Passo a passo e pouco a pouco, na medida em que as pessoas vão se purificando, compreendendo a Verdade, a manifestação do Eu Verdadeiro vai-se concretizando aqui na Terra. Por essa razão, nosso crescimento consiste em, cada vez mais, manifestar o nosso Deus interior. À medida que a pessoa fica tão pura e tão rica de sabedoria, de conhecimento da Verdade, ela passa a ter forças para manifestar milagres através de uma simples palavra ou de um olhar, como aconteceu com o Mestre, diversas vezes.

AVV1 - pág. 45:"Essa potencialidade infinita, que está oculta em nosso interior, é a nossa Imagem Verdadeira, nossa natureza divina, a Verdade absoluta e imutável."

A doutrina da Verdade "não tem novidade". Isto porque a Verdade é imutável. Nós somos filhos de Deus, fomos ontem, somos hoje e daqui a 500 mil anos essa Verdade continuará a mesma. O que muda é a forma de apresentar a Verdade, isto é, pode se apresentar com uma "capa" diferente, mas a Verdade é a mesma. Da mesma forma, nossa vida é a Vida sublime e perfeita de Deus. Embora ela seja sublime e perfeita (corpo Real), os demais corpos são projeções da nossa mente. Temos o corpo carnal, o corpo etérico (da percepção), o corpo astral (da emoção) e o corpo espiritual (perispírito). Por essa razão, por serem projeções da nossa mente é que, na sessão de perguntas e respostas eu falo: pratique a Oração do Perdão várias vezes e agradeça, agradeça, agradeça. Por que tantas vezes? Não é castigo! Precisamos entender que para ficar gravado no subconsciente, não há alternativa, a não ser repetir, repetir e repetir. Daí a razão de você ler e reler diversas vezes os livros da Verdade. Você vai gravando, gravando, e aquilo que não é verdadeiro vai saindo, vai saindo. Esse processo é algo que necessitamos fazer constantemente.

AVV1 - pág. 46:"Quando se manifesta essa Verdade absoluta ou natureza divina, ela se torna Verbo (mantra), nenbutsu, força mental, e demonstra uma capacidade criadora realmente surpreendente."

Quando a pessoa compreende a Verdade, essa força criadora benéfica se manifesta. Por que nós temos essa força criadora? Porque nós somos filhos do Criador. O Mestre ensina: "contemplar é criar". Quem deseja criar algo deve, antes, contemplar o objeto da criação. Por exemplo, quem está estudando para o vestibular, deve estudar, não para passar, mas sim, estudar como se fosse lecionar. E mentalizar, visualizar, contemplar a cena de que o seu nome está na relação dos aprovados. Ao sofrer um revés, não pensar de forma negativa, achando que nunca mais vai dar certo. Se você viver negativamente, vai construir um futuro negativo. Se você pensar de uma forma pessimista, vai ter um futuro péssimo. Se você pensar de uma forma otimista, vai ter um futuro ótimo. Por isso, contemplar é criar (veja o novo CD do professor Heitor Miyazaki - Administre sua Vida com Mente Positiva).

AVV1 - pág. 46: "No xintoísmo chamam a isso de força espiritual da palavra, que cura doenças por meio do sopro, ..."

Na boca temos o alento, de onde sai a energia biopsicoenergética. O Mestre orienta: "Quando você fizer a Meditação Shinsokan, deixe que o ar saia pelo meio da palmas das mãos para que não desperdice sua energia prana".

AVV1 - pág. 46:"...esse alento afasta o mal com a prece norito (cântico expresso em japonês arcaico, com que se dirige a Deus) e faz chover com a leitura do waka (poesia japonesa de 31 sílabas). No cristianismo dizem: "Todas as coisas foram feitas por ele (Verbo), e sem ele nada do que foi feito se fez" (João 1, 3)."

Esse Verbo, escrito em letra maiúscula, significa "Palavras da Verdade". O Verbo tem conotação de ação, assim como o Carma, que vem do sânscrito (linguagem clássica da Índia), que significa ação. Você cria o carma pela ação de falar, pensar ou agir.

AVV1 - pág. 46: "E também dizem: "Tua fé te salvou"."

A verdadeira fé não é acreditar naquilo que os olhos enxergam, mas, acreditar naquilo que os olhos carnais não enxergam. Há 50 anos, quando o russo Yuri Gagarin foi ao espaço, exclamou: "eu fui ao céu e não vi Deus". E nem poderia ter visto, porque os olhos carnais não foram feitos para ver Deus. Há pessoas que dizem: "não acredito em Deus porque não o vejo". Para elas, podemos questionar: Você acredita em telefone celular? Você acredita em rádio? Tanto o telefone celular quanto o rádio só funcionam porque existem as ondas hertzianas, que não podem ser enxergadas por nossos olhos carnais. Assim, o fato de não enxergarmos algo não significa que isso não existe. Nossos olhos carnais não enxergam as ondas hertzianas porque elas estão em outra dimensão. Nossos olhos apenas enxergam o que está no mundo das três dimensões.

AVV1 - pág. 46: "No budismo, por sua vez, dizem que "A palavra é a essência de tudo" e fazem manifestar obras sobrenaturais pela oração ou fazem surgir graças maravilhosas através da invocação do nome de Amithaba."

A nossa força criadora se manifesta através da oração. "Orar", em japonês, é "inoru"; "i" é vida, e "noru" é declarar. Está na bíblia: "Eu sou o que sou". Isso significa "vibrar", manifestar a sua fé, a sua crença, o seu sentimento, a sua convicção. Isto é uma oração. A fé é a certeza que a pessoa tem de que algo vai se concretizar. No CD "Administre sua Vida com Mente Positiva" eu menciono alguns exemplos que ocorreram comigo de situações que, aparentemente, não tinham solução, mas, com Deus a solução apareceu. Acredite, Deus vai mostrar o caminho, porque Deus é sabedoria, e sabedoria é luz. É a luz que esclarece o caminho. Se estiver procurando alguma coisa no escuro, quando você acender a luz passa a ter uma visão global de tudo o que deseja. A luz de Deus não é uma luz artificial e, sim, a luz da sabedoria. Por esse fato, espíritos que já possuem um conhecimento mais aprofundado da Verdade, passam a emitir luz, passam a ser chamados "espíritos de luz", como dizem os espíritas. Na verdade essa luz sempre existiu, apenas não se manifestava porque estava sendo encoberta pela ilusão.

AVV1 - pág. 46: "Na Seicho-No-Ie, curam-se doenças graves só com a leitura de palavras da Verdade contidas em livros sagrados como este. Isso é possível porque tudo aquilo que existe no Universo foi criado pela palavra (na linguagem científica moderna, seria vibração).

No CD "A Verdade Liberta" eu menciono essa "palavra que vibra". Se alguém disser "Imagine que você está cortando um limão; agora imagine que você está lambendo esse limão cortado". Algo vai acontecer dentro de sua boca, certo? Isto é a vibração da palavra. Se, por outro lado, alguém disser a mesma frase em inglês ou japonês, ela não causará o mesmo efeito, a não ser que você compreenda esses idiomas. A oração do Pai- Nosso lida em aramaico não nos causa a mesma vibração porque não entendemos o sentido das palavras.

AVV1 - pág. 46: Na Seicho-No-Ie, denominam-se palavras todas as ondas vibratórias que se propagam no éter, sejam audíveis ou não, como as do rádio ou as mentais.

Henry Ford ensinou que, à medida que pensamos, nós emitidos "corpúsculos espirituais" que vão à busca daquilo que está sendo irradiado. Se emitirmos corpúsculos espirituais bons, eles irão à busca de construir algo bom, conforme nós pensamos. Isso é a concretização da força do verbo, da palavra.

AVV1 - pág. 46: Em nossa vida prática, o pensamento, a fala e a expressão fisionômica constituem as palavras mais importantes para determinar nosso destino, tanto para o bem quanto para o mal.

Essas são as formas como construímos os nossos carmas. Por exemplo, existem casos de pessoas que apresentam sérios problemas na boca, no queixo ou na arcada dentária: são carmas do falar. São a desintegração de carmas oriundos de coisas que andaram falando. Não existe fofoqueiro que tenha sorte, isto é, todo fofoqueiro é azarado, repararam? Através da fofoca a pessoa constrói carmas negativos. Há fofoqueiros que até destroem lares, inventando coisas, ou espalhando inverdades sobre a vida dos demais. Há também, carmas do pensamento como, por exemplo, desejar o mal para o próximo. De forma análoga há também o carma da ação. Sendo assim, quem planta colhe.

AVV1 - pág. 47: "6ª Declaração Iluminadora: Para melhorarmos o destino da humanidade por meio do poder criador das boas palavras, publicamos a revista Seicho-No-le e livros sagrados, que contêm boas palavras.

Torna-se, então, questão de crucial importância saber como empregar na vida diária o pensamento, a fala e a expressão fisionômica. Dependendo unicamente do modo de empregar as palavras, da forma de conduzir a mente ou da expressão fisionômica, uma vida diária, antes sombria e infeliz, poderá tornar-se luminosa e feliz; um corpo, antes doentio, poderá tornar-se saudável e desenvolver uma vitalidade superior ao normal; um destino, antes incerto, começará, pouco a pouco, a se desenrolar conforme desejamos."

É por isso que o Mestre ensina: "Quando você entra no ritmo da Verdade da Vida, aquilo que você deseja aparece e aquilo que não deseja, não aparece". Assim, entendemos como Cristo fez o "milagre da multiplicação dos pães", ou seja, ele estava muito afinado com Deus. A força criadora fez com que acontecesse o milagre. É isso que precisamos entender: quanto mais praticarmos a Seicho-no-Ie, mais afinados com Deus ficaremos. De nada adianta viver o "igrejismo", se você sai da igreja e não sabe "como fazer" no dia-a-dia aquilo que você estudou. Por isso, sempre comento: Cristo não veio para a Terra para ser imitado. Cristo veio para ensinar. Na "sexta-feira Santa", ao invés de ficarmos encenando o que ocorreu com Jesus, recrucificando-o, deveríamos estudar, analisar e colocar em prática o "Sermão da Montanha". "Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o Reino dos Céus", isto é, "Bem-aventurados os pobres em espírito de arrogância, de vaidade, de hipocrisia". Ou seja, "Bem-aventuradas as pessoas humildes, porque delas é o Reino dos Céus". Grande a sabedoria de Jesus Cristo ao iniciar o Sermão da Montanha com essas palavras, pois, desarmou o espírito crítico das pessoas que iriam ouvi-lo. Se pensasse que poderia ser "bobagem" o que Jesus iria falar, a pessoa não deixaria fluir para seu interior as palavras da Verdade e não sentiria a vibração das palavras da Verdade, do verbo das palavras. Ao iniciar com aquelas palavras, as pessoas abriram a mente e passaram a compreender a Verdade do Sermão. Por essa razão é que aconteciam os milagres. Os milagres ocorrem quando as pessoas ouvem as palavras da Verdade: "Você é filho de Deus, você não é um pecador!" O mestre fala que: "Há pessoas que ouvem "Você é filho de Deus!" e respondem "Ah, é?"; outros se emocionam profundamente e choram quando ouvem "filho de Deus" porque compreendem a profundidade de ser filho de Deus. O reverendo Prince John Blackson (veja livro O Homem Milagre do Japão) quando falava "O homem é filho de Deus", gritava emocionado, pois sentia a profundidade de ser filho de Deus. Experimente em todos os momentos, como lição de casa, dizer: "sou filho de Deus, sou espírito, sou imortal". Repita isso 1000 vezes, 5000 vezes ao dia. Essas palavras irão fluindo para o seu interior, e você irá sentindo uma leveza de espírito, conscientizando-se "sou espírito, sou eterno". Quando as pessoas começam a ouvir isso no seu interior ocorrem muitas transformações na mente e, consequentemente, ocorrem curas. Então, vamos sempre praticando o que está nos livros da Verdade. Ler a Sutra Sagrada para os antepassados é uma ótima forma de estarmos em contato com as palavras da Verdade. Quanto mais tivermos contato com as palavras da Verdade, mais a nossa vida melhorará. Muito obrigado a todos!

Ao encerrarmos o post desta maravilhosa aula, agradecemos imensamente ao Prof. Heitor Miyazaki e a todos os que, com inabalável determinação, levam avante este estudo da obra fundamental “A Verdade da Vida”.

Este curso é ministrado de forma presencial na cidade de São Paulo, todas as quartas-feiras às 19:50h. É transmitido ao vivo, via videoconferência, para todas as Regionais Doutrinárias da Seicho-no-Ie do Brasil. Se você tem interesse em participar, deve fazê-lo presencialmente nos pontos de transmissão da sua Regional. Se você é de Curitiba, ligue para 3027-6470 (Paulo) ou 9922-1058 (Marilize) para fazer a sua inscrição e obter o endereço do curso. A participação é gratuita. Estamos aguardando o seu contato!

Um comentário:

  1. as aulas estaõ lindas parabens muito obrigado

    ResponderExcluir